quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Guardo comigo um sentimento
Que acredito ser nobre.
Vale mais que meu esquecimento
E mora nesse coração pobre.

E, apesar dos pesares,
Das intempéries, e...
Das mudanças que pairam no ar...
Paixões arrebatadoras...

É ele que diz: abra os olhos,
Vale a pena acordar.

15/01/08

Um comentário:

iriscn disse...

Agora sim!! Um poema não precisa de embasamento histórico e citação pra respaldar! hehe

Tá rimando irmaozinho, gostei heeh