terça-feira, 14 de agosto de 2012

Canção do vento

O vento levou,
levou seu sorriso,
seu resto de vida,
sua alma, sua dor.

Eu quero essa cor,
que cobre o seu rosto,
que leva e me traz,
e me enche de amor.

Os corpos se unem,
mas as almas divergem
e gritam chorando de dor.

Eu quero essa flor,
essa flor que é tua alma,
que em outrora da tua vida,
na minha vida brotou.

Amei isto tudo,
sua alma,
seu corpo,
seu jeito de amar,
que o vento levou.

Agora eu imploro,
imploro ao vento,
que traga o passado,
pra a você voltar.

Na vida das vidas,
no sonho dos sonhos,
nas noites de luar.


Janeiro de 1976.
Osmar L. Neves

Um comentário:

Hudson Neves disse...

Esse site já estava a precisar de novos poetas!