sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Feridas

Um ano passa e a dor fica
Do que se viveu a dois:
Somente más lembranças,
Promessas inúteis.

Desse passado vão,
Só o futuro resta.
A luz por uma fresta,
Incerteza e desilusão.

Crer no amor é um pecado.
Sonhar, então? Vai além,
Um pecado sem perdão.

Jan, 2008

Um comentário:

Paula Dentro disse...

Caro amigo do Exílio,
Gosto muito dos seus escritos. Me identifiquei muito com este ultimo, principalmente com a passagem:

Desse passado vão,
Só o futuro resta.
A luz por uma fresta,
Incerteza e desilusão.